Conceição de Ibitipoca já estava na nossa lista de lugares imperdíveis há muito tempo. Resolvemos que no próximo feriado que aparecesse iríamos nos aventurar para o friozinho e cachoeiras lindíssimas, e assim foi. Com seus traços rústicos, ruas de pedras, bares com músicas muito agradáveis regadas a comida boa e cachaça forte, Ibitipoca ganhou nosso coração (e vai ganhar o seu também!). Recomendamos ler esse post até o fim, as dicas finais são bem importantes!

A vila de Conceição de Ibitipoca fica na zona da mata mineira e é encravada no meio de montanhas bem altas, por isso estar lá é um sobe e desce a todo tempo.  Porta de entrada para uma das mais belas reservas naturais do país, a vila encanta pela sua simplicidade em tudo, as igrejinhas, as casas trabalhadas no barro, e todo o ambiente contribuem para um aconchego impressionante.

Relógio Solar - Foto de Divulgação
Relógio Solar – Foto de Divulgação

Como chegar:

  • De carro:

Saindo do Rio deve-se pegar a BR-040 em direção à Minas Gerais e seguir as Placas para Juiz de Fora. Antes de entrar em Juiz de Fora você deve pegar a BR 267 até Lima Duarte, chegando em Lima Duarte não tem erro, é só seguir as placas. São 260 km de distância, o que dá de 3 a 4 horas dependendo do transito (e do motorista).

Vindo de São Paulo o acesso é pela Via Dutra até cachoeira Paulista, e continuar sentido Sul de Minas/Circuito das Águas até Caxambu. Nesse ponto deve-se pegar a BR 267 até Lima Duarte e depois só seguir as plaquinhas pra Ibitipoca

  • De ônibus:

Você terá que ir para Juiz de Fora e seguir para Lima Duarte, de onde há uma saída diária para Ibitipoca às 15h15m. A empresa que faz o trajeto Juiz de Fora x Lima Duarte é a Frotanobre (32-3215-0904) e a responsável pela linha Lima Duarte x Ibitipoca é a empresa Vimara (www.vimara.com.br/ 32- 3281-1390)

+ Fotos de Conceição de Ibitipoca.

Quando ir:

O turismo em Conceição de Ibitipoca tem atrações para todas as estações do ano. No verão o Parque vira a atração principal, e tem muita gente curtindo as cachoeiras, refrescando do calor. No inverno as atrações musicais são incríveis, como o Jazz Festival em julho e o Ibitipoca Blues em agosto, e aí as cachoeiras geladas ficam mais difíceis de encarar, mas não impossíveis!

Para quem gosta de mais agito recomendamos que vá em épocas mais badaladas como nos festivais ou então em feriados. Na meia-estação ou em finais de semana normais a vila costuma ficar mais pacata que o normal e muitas lojas e restaurantes fecham as portas, então é importante se programar para não ter decepção!

Onde ficar

As opções de hospedagem são inúmeras, das mais sofisticadas as mais rústicas. Nós ficamos no Camping Ibitilua e alugamos uma “cabaninha” por lá. O camping é muito bem cuidado, tem chuveiro com água quente de 08:00h até às 23:00h, cozinha com churrasqueira, tanque para lavar roupas e os donos são muito simpáticos. Eles têm opções de hospedagem de quartos, camping e essas cabanas que são bem legais, todos têm a opção de acrescentar o café da manhã. O preço da diária do camping era R$ 25,00 por pessoa e essa cabaninha saiu por R$ 70,00 o casal, com café da manhã.

Camping Ibitilua
Camping Ibitilua – foto camping Ibitilua

É bom ficar atento as distâncias também, nós preferimos ficar perto da vila (onde rola o agito a noite) e de dia ir de carro para o parque. Mas há opções de ficar mais próximo ao parque e dispensar o carro pela manhã.

Aqui tem uma lista de pousadas bacanas para você alugar em Ibitipoca. A dica é: nos festivais e feriados costumam esgotar toooodas as opções de hospedagem, então não perca tempo, gostou aluga rápido.

Você pode também optar por alugar uma casa por lá, e se sentir como um morador por alguns dias, no http://www.ibitipoca.tur.br/casas/ você encontra algumas opções de casas, e é só entrar em contato por telefone para negociar o preço com o proprietário.

Onde e o que comer

Comida é um assunto muito falado em Ibitipoca também. São tantas opções que você pode ficar perdido, mas garantimos que não tem problema, qualquer lugar que você escolher por lá é quase certo de a experiência ser uma delícia.

Um dos lugares em que mais comemos, foi o próprio restaurante do camping Ibitilua. Localizado na rua principal, o restaurante oferece um cardápio variado com pratos feitos, porções, pizzas, caldos, cachaças e aquela cerveja gelada. A noite na alta temporada costuma ainda rolar uma música ao vivo.

+ Fotos de Conceição de Ibitipoca.

Não deixe de experimentar também o pastel no Portal da Serra, também conhecido também como o “Shopping” de Ibitipoca. Na verdade, é uma junção de algumas lojinhas de artesanatos, roupas e comidinhas. Bem na entrada no canto esquerdo é servido um delicioso pastel frito na hora que é simplesmente irresistível.

Outro lugar que você não pode deixar de ir é o Bar do Firma. Um bar que deixou de ser um bar a muito tempo e virou uma atração. São caldinhos, porções de batata com frutas, linguiças e algumas coisinhas que o dono do bar (o Firma) inventa na hora para você, e pode ir na dele que vai ser coisa gostosa! A linguicinha com queijo minas e molho de maracujá é o mais pedido.

Restaurante Camping Ibitilua
Restaurante Camping Ibitilua – foto Trip Advisor
Restaurante Camping Ibitilua
Restaurante Camping Ibitilua – foto Kekanto
Portal da Serra - foto Nozes e a Barraca
Portal da Serra – foto Nozes e a Barraca

O que fazer:

  • Parque Estadual de Ibitipoca

Sem dúvida a atração principal, principalmente se você não for nas épocas de festivais.  Criado em quatro de julho de 1973, o parque se destaca pelas Cachoeiras, Montanhas e Grutas magníficas. Os pontos mais famosos do parque são: A Janela do Céu, Cachoeirinha, Pico do Pião, Cruzeiro, Lago dos Espelhos, Cachoeira dos Macacos, Cachoeira da Pedra Quadrada. Você pode cada dia fazer um passeio diferente, e pelo caminho ir conhecendo as outras atrações, mas faça uma escolha consciente de acordo com o seu nível de condicionamento físico, longas caminhadas são características de muitas dessas atrações, o passeio para Janela do Céu por exemplo leva cerca de 18 km ida e volta (mas é super compensador). O parque é tão rico, que resolvemos fazer um post só dele para você fazer a melhor escolha de caminhada.

  • Passear pela vila.

Foi a primeira coisa que fizemos e você com certeza vai querer fazer também. A vila é muito fofinha, apesar do sobe e desce das ladeiras, vale a pena passear pelas lojinhas, vendinhas, igrejas, restaurantes etc. O fundo verde da mata em volta garante belos clicks.

Igreja Ibitipoca
Igreja Ibitipoca
Parque de Ibitipoca
Parque de Ibitipoca
Parque de Ibitipoca
Parque de Ibitipoca
  • Curtir um som no “shopping”

O “shopping” da vila, mais conhecido como Portal da Serra, nada mais é que uma junção de algumas lojas e restaurantes e a noite costuma rolar um som ao vivo local. É pegar a cadeirinha de plástico que fica disponível no centro do “shopping”, uma cerveja, um pastel, e cair noite a dentro!

  • Ir ao Bar do Firma

Esse local já poderia ser tombado pelo patrimônio histórico-cultural de Ibitipoca! O ambiente é diferente de tudo que você já viu. O que era para ser um bar, também é visto como um museu, onde o acumulo de elementos na decoração dá o clima diferente (e é um acumulo meeeesmo). Tem de tudo, tudo que o dono não quis de desfazer ficou por pendurado por lá, e acaba sendo o que dá o clima pitoresco do bar.

+ Fotos de Conceição de Ibitipoca.

Bar esse que tem cachorro passando no meio da galera, rock antigo tocando, uma pinga que desce do teto e muita gente curiosa tentando entender como tudo isso funciona.  Não tem como você ir a Ibitipoca e não conhecer o Bar do Firma, mas vá de coração aberto e sem frescuras! É importante lembrar que a rua que dá acesso ao bar não tem energia elétrica, então se prepare com uma lanterna para chegar lá!

Bar do Firma
Entrada do Bar do Firma – foto Trip Advisor
Firma
Firma – foto Trip Advisor
Bar do Firma
Bar do Firma

Dicas imprescindíveis

Para todos

  • Leve dinheiro em espécie.

Quase nenhum lugar na vila aceita cartão de crédito ou débito e não há bancos por lá. Os bancos mais próximos são em Lima Duarte (Banco do Brasil, Bradesco e Caixa), mas eles não possuem caixa eletrônico 24h.

  • Leve alguma roupa de frio.

No inverno as temperaturas são bem baixas o dia todo, principalmente após o pôr do sol, que aí sim começa a ficar congelante. No verão o dia pode ser bem quente, mas a noite a brisa vai cair também, então esteja preparado.

  • Esqueça o glamour.

Ibitipoca tem todo o clima charmoso de uma vila mineira, mas se diferencia de muitas outras no estilo e nas atividades que tem a oferecer. Esqueça roupas finas, saltos, malas de rodinha e todas as coisas que não vão te acrescentar no desempenho das caminhadas pelas ruas da vila ou do parque. O mais importante é levar um bom tênis, chapéu (para os mais sensíveis ao sol) óculos escuros e protetor solar (por mais frio que esteja em baixo do sol, queima muito).

+ Fotos de Conceição de Ibitipoca.

Para quem vai de carro

  • Estrada acidentada

A estrada que liga Lima Duarte a Ibitipoca é de terra.  Fique atento as depressões que podem haver na pista, em meses secos como julho não há tanto problema, mas em épocas de chuva é bom ir com bastante cautela.

  • Abastecendo

É importante lembrar que não há postos de gasolina em Ibitipoca, o ultimo que você vai encontrar é em Lima Duarte, então é bom encher o tanque no caminho para não correr risco de ficar preso na vila.

Para quem vai no parque

  • Limite por dia

O limite de visitas é de 300 pessoas em dias úteis e 800 pessoas aos sábados, domingos   e feriados. Não se atrase, chegue cedo para garantir o seu ingresso de entrada no parque, a venda inicia-se às 07h00minh. Não é raro ter gente com a entrada barrada por lá, então programa-se para chegar antes das 08h00min (horário mais bombante). É importante lembrar também que o parque não abre às segundas-feiras, exceto quando a segunda for feriado.

  • Acampar no Parque

É possível acampar no parque. O camping fica na parte próxima ao restaurante e a vendinha (que fica aberta até tarde), facilitando a vida dos campistas. Para acampar no parque, deve-se fazer reserva antes pelo telefone (32) 3281-1101.

  • Preços e isenções

O preço de entrada no parque é de R$5,00, um preço bem simbólico visto a qualidade da limpeza do local e das trilhas muitíssimo bem cuidadas. Crianças até 5 anos são isentas das taxas. Estudantes e maiores de 60 anos pagam meia entrada para a visita.

Recepção e Mercad do Parque de Ibitipoca a noite
Recepção e Mercado do Parque de Ibitipoca a noite – foto Divulgação

+ Fotos de Conceição de Ibitipoca.

Ibitipoca é realmente tudo isso e muito mais, fique atento ao nosso post do Parque Estadual de Ibitipoca para saber mais dicas desse lugar maravilhosamente incrível, e se tiver alguma dúvida é só perguntar aqui como comentário que teremos o maior prazer de responder!

————————————————————————————————————————————————————–

Curtiu o post?

Então não deixe de compartilha-lo e de seguir a gente no Facebook, Twitter e Instagram, temos muitas dicas legais para te passar!

Beijos e abraços.

CsV

Author

Carioca da clara, essa taurina apaixonada por design e mídias sociais é curiosa por natureza e analisadora de pessoas por mania. Ama se comunicar e viajar (para qualquer lugar que seja), de comer bem, de moda e principalmente de gente.

11 Comments

  1. quero ir em julho mas esto com medo do tempo ficar ruim. Gosto de frio, mas em um lugar com cachoeira e lindo como esse seria uma pena não se molhar.

    • Oi Natália, tudo bem?

      Julho é mesmo frio, mas se você pegar um dia com sol, deve dar pra se banhar um pouquinho. Até porque as cachoeiras de Ibitipoca não possuem um grande volume de água, não dando pra nadar e mergulhar muito. São mais para se refrescar um pouquinho e apreciar a paisagem que é incrível.

      Espero ter ajudado. Qualquer outra dúvida é só perguntar. 😉

  2. Renata Guedes Reply

    Olá, muito bom o seu post. Tenho uma pergunta, vai acontecer um festival de jazz agora no dia 29 e 30 de julho em um hotel da ciadade, mas não consegui o convite. Acha que vale a pena ir apenas para curtir a cidade, que tem mais alguma coisa para fazer na cidade além do show que acontece no hotel?
    Obrigada!!!!

    • Oi Renata, o festival ocorre é na cidade e vale muito a pena ir sim. Ibitipoca tem muitas outras coisas para fazer. O lugar é incrível!

  3. Natália Pamplona Reply

    Oi, gente! Planejo ir agora de 4 a 7 de agosto, fora do feriado das Olimpíadas aqui no Rio de Janeiro, pelo medo de ficar muito cheia a vila (vi empresas de ecoturismo fechando pacotes pra lá). Liguei para o Camping Ibitilua, onde pretendo acampar, e me foram informados os seguintes pontos: não é preciso fazer reserva e é só chegar e acampar; o carro fica estacionado na rua, mas é tranquilo; o moço disse que a vila estaria com as coisas funcionando, principalmente no final de semana (meu receio é chegar lá e estar tudo fechado); perguntei também sobre as cachoeiras, se elas costumam estar baixas devido à falta de chuvas nessa época e se seria ruim de entrar (fora o frio, né rs, mas esse a gente encara).
    Procede o que ele me disse? Devo ir no feriado pra contar com a cidade mais cheia e tudo funcionando ou é bobagem e dá pra ir na data pretendida (que engloba qui, sex, sáb, dom)?
    No mais, obrigada pelo relato e pelas dicas!!!

    • Oi Natália, tudo bem?

      Então, quanto ao camping e o carro ficar na rua procede mesmo. O camping é bem grande, e fora de temporada, é impossível ele ficar cheio. Quanto ao carro ficar na rua também é super tranquilo, a cidade é muito calma e não tem perigo. Mas fique atenta que a rua é uma baita ladeira, sendo meio complicado às vezes de fazer vaga.

      Quanto as coisas estarem funcionando, também é fato, essa época do inverno é alta temporada por lá, vai ta tudo normal. Mas com certeza no feriado das Olímpiadas a cidade deve tá mais cheia e deve rolar um agito maior, ter música ao vivo nos bares e mais feirinhas e lojinhas de artesanato funcionando, essas coisas. Mas nada que você também não consiga curtir sem ser no feriado.

      Já quanto as águas, realmente deve estar bastante frio, vão ter que encarar mesmo rsrsrsrs. Mas a real é que as cachoeiras de Ibitipoca não são fundas, praticamente não dão para nadar. São mais para se apreciar a paisagens e se banhar um pouco em suas quedas e pequenos poços que se formam. O torna o lugar mágico são suas cores avermelhada que tomam conta da paisagem, inclusive das águas.

      Bem acho que é isso. Espero ter ajudado. Se tiver mais alguma dúvida é só perguntar. 😉

  4. Olá! Amei o post, tá super completo e explicativo. Só gostaria de saber se vocês poderiam passar a agência que contrataram para os passeios e quanto pagaram. Obrigada

    • Oi Brenda, tudo bem? É muito bom saber que gostou do post, sempre procuramos ajudar ao máximo nossos leitores. Então, não é preciso contratar nenhuma agência não. O Parque Estadual do Ibitipoca tem suas trilhas bem demarcadas, além de possuir um centro de visitantes onde te tiram todas as dúvidas e vários guardas florestas rodando dentro do parque. Dê uma olhada nesse nosso post sobre o parque, lá a gente também explica tudo certinho: http://www.casalsoviagem.com/tudo-sobre-o-parque-estadual-do-ibitipoca/

      Bem acho que é isso, se tiver mais alguma dúvida é só falar. 😉

  5. Claudineia Reply

    Olá. Parabéns pelo conteúdo. Dicas muito boas..
    Irei passar o final de ano em Ibitipoca e fiquei na dúvida se no camping Ibitilua tem geladeira e fogão?

    • Olá Claudineia, muito bom saber que gosotu do post, sempre tentamos ajudar e inspirar ao máximo nosso leitor. Então, o camping conta sim com fogão e geladeira compartilhados. Só é bom levar seus utensílios, pratos, talheres, e algum panela. Como nessa época fica cheio, às vezes é necessário esperar que outras pessoas acabem de usar os utensílios da cozinha, para que você possa começa a cozinhar. Bom acho que é isso, espero ter ajudado. Se tive qualquer outra dpuvida pe só perguntar. 😉

Deixe seu comentário: