Sabe aquelas cidades divertidas, onde ferve cultura e onde tem muita coisa para fazer? Assim é Barcelona! Acho que é uma das poucas cidades da Europa onde se você quiser, pode passar a viagem inteira sem enfrentar fila nenhuma e sem entrar em praticamente nenhum museu. E sabe o que é melhor? Você não vai ficar com nenhum peso na consciência.

Afinal, Barcelona é o tipo de cidade que tem muita coisa, mas quase tudo é para ser feito ao ar livre. As principais atrações de Barcelona são os passeios pelos bairros medievais como o tradicional Bairro Gótico, o alternativo bairro do Raval e o sofisticado Born. Isso sem falar é claro das fachadas modernistas de Gaudí e seus contemporâneos no bairro Eixample, a esplêndida Sagrada Família, o fantástico Parque Güell e o Castelo de Montjuïc.

Portanto, pensando nisso, nós resolvemos reunir nesse post as principais dicas para você conhecer Barcelona. Vamos colocar dicas tanto do nosso roteiro, quanto de lugares que infelizmente não conseguimos conhecer. Então vamos lá! Continue lendo para saber mais sobre:

Arco do Triunfo – Barcelona
Park Guell – Barcelona

Quando ir

Praticamente não existe uma época ruim em Barcelona, quase sempre faz sol e para os padrões europeus, o inverno é bem tranquilo (entre 5 e 14 graus). O verão é bem quente e a cidade vira uma metrópole praiana com temperaturas máximas acima de 30 graus. Outro ponto bom de Barcelona é que chove muito pouco, sendo que setembro e outubro são os únicos que têm precipitação acima dos 50 mm.

Como chegar:

As principais companhias aéreas que operam vôos diretos de São Paulo para Barcelona São a LATAM e a SINGAPORE. Como falamos em nosso post sobre como planejar uma viagem para a Europa, nós voamos com a empresa Alitalia e fizemos conexão em Roma. Também foi uma boa alternativa, pois conseguimos conhecer 2 destinos pagando somente uma passagem.

Para quem tem vôo para Madri, é possível pegar uma ponte aérea para Barcelona, entorno de 1 hora, ou então pegar o trem de alta velocidade que leva entorno de 2h40 nos horários sem paradas. 

Onde ficar:

O que não falta em Barcelona são opções de hotéis, albergues, guest-house e apartamentos de temporada, tem para todo o estilo, gosto e bolso. E o melhor de Barcelona é que se você tiver disposição e ficar hospedado em um lugar bem localizado, tirando um ou outro passeio, você consegue fazer quase tudo a pé. Então vamos as dicas dos melhores bairros para se hospedar em Barcelona.

Eixample

Eixample

Um dos bairros mais modernos de Barcelona, o Eixample é o local onde se concentra a maior variedade de hotéis, principalmente os das redes de grande renome. Por ser uma região onde há muitos escritórios, lojas chiques e bons restaurantes, o bairro é bastante movimentado toda a semana. Porém o bairro é bem extenso, logo é bom ficar atento a localização do hotel. Dê preferência aos hotéis próximos ao Passeig de Gràcia. 

Prós de se hospedar no Eixample:

  • O bairro está muito bem localizado e permite você visitar os bairros vizinhos a pé
  • Vários lugares interessantes como a Sagrada Família, a Plaça de Catalunya e a Casa Batló ficam a pouco metros.
  • Há muitos lugares para comer e beber

Contra de se hospedar no Eixample:

  • As ruas principais do bairro tem bastante trânsito
  • O bairro é muito extenso, então dependendo de onde você ficar hospedado, pode ser distante do transporte público e das áreas com bares e restaurantes.
  • Os preços dos hotéis em média são mais caros do que o resto de Barcelona.

Reserve os melhores hotéis em Eixample no Booking.

Gràcia

Gràcia via Wikimedia Commons

Um bairro com pouca presença de turistas, Gràcia ainda preserva um clima local, onde combinam uma grande cena cultural e uma intensa vida noturna. Porém o bairro não possui muitas opções de hotéis, sendo que a grande oferta de hospedagem fica por conta do aluguel de apartamentos de temporada.

Prós de se hospedar no Gràcia

  • O bairro é muito tradicional e possui poucos turistas
  • Há muitos lugares para comer e beber e uma vida noturna agitada
  • Fica perto do Park Guell

Contra de se hospedar no Gràcia

  • Para quem está conhecendo Barcelona pela primeira vez, o bairro fica distante dos principais pontos turísticos.
  • As ruas, bares e pubs são muito movimentadas durante a noite, logo se o seu hotel não tiver um bom isolamento acústico pode atrapalhar o seu sono.
  • O bairro é bem grande, e dependendo de onde você ficar hospedado, você pode ficar longe do transporte público.

Reserve os melhores hotéis em Gràcia no Booking.

El Raval

El Raval via Wikimedia Commons

Um dos bairros mais descolados de Barcelona, o El Raval vem apresentando sinais de revitalização nos últimos anos e deixando para trás sua fama de bairro de prostituição. Uma região de muitos imigrantes o bairro vem atraindo lojas de moda, comércios e hotéis boutiques.

Prós de se hospedar no El Raval

  • Um dos bairros com uma identidade mais marcante de Barcelona
  • O bairro está muito bem localizado e permite visitar os bairros vizinhos e pontos turístico a pé.
  • Há muita oferta de hospedagens em El Raval com bom preço.
  • O bairro oferece uma grande variedade de lugares para comer e beber, principalmente lugares com comida da Ásia e da África.

Contras de se hospedar no El Raval

  • As ruas do bairro são muito movimentadas durante o dia e a noite, logo se o seu hotel não tiver um bom isolamento acústico, o barulho pode ser um problema.
  • Algumas ruas são bem isoladas e desertas, exigindo atenção ao caminhar por elas durante a noite.

Reserve os melhores hotéis em Raval no Booking.

Bairro Gótico

Bairro Gótico – via Wikimedia Commons

Outra boa opção para se hospedar em Barcelona é o bairro Gótico. O bairro medieval mais antigo de Barcelona também é muito turístico e bastante boêmio. A região é cheia de barzinhos que lotam a noite, sendo um ótimo convite a um passeio a pé por suas ruelas. Outro ponto forte do Bairro Gótico são as lojas para fazer compras. Essa é uma das áreas mais agitadas de Barcelona.

Prós de se hospedar no Bairro Gótico

  • O bairro fica perto dos principais pontos turísticos, sendo muito fácil se locomover a pé ou de transporte público.
  • Há bastante opção de hospedagens.
  • Há muitos lugares para comer, beber e fazer compras.

Contras de se hospedar no bairro Gótico

  • Por se uma área muito procurada pelos turistas, os preços da região são mais caros.
  • As ruas são muito movimentadas durante a noite, logo se o seu hotel não tiver um bom isolamento acústico pode atrapalhar o seu sono.

Reserve os melhores hotéis no Bairro Gótico no Booking.

Las Ramblas

Las Ramblas – via Wikimedia Commons

Conhecida como a “artéria vital de Barcelona”, as Las Ramblas são uma espécie de “calçadão” entre duas avenidas que une a Plaza Cataluña com o porto antigo. Famosa por seu comércio vibrante com  lojas, boutiques, restaurantes, bares, pubs e boates a região é uma área que tanto de dia quanto de noite possui uma energia contagiante.

Prós de se hospedar em Las Ramblas

  • A rua separa dois dos bairros mais emblemáticos de Barcelona, o Raval e o Bairro Gótico. Logo, você está perto dos principais pontos turísticos da cidade.
  • Há muitos locais para comer e jantar.

Contras de se hospedar em Las Ramblas

  • Por ser uma região muito turística, os preços são mais caros.
  • Há sempre muita gente e agito pelas ruas, podendo ser um incomodo para quem busca algo mais sossegado.

Reserve os melhores hotéis em Las Ramblas no Booking.

La Barceloneta

La Barceloneta

Nesta área você vai encontrar o balneário mais famoso de Barcelona. Para quem gosta de praia, a região de La Barceloneta é um dos melhores lugares para se hospedar. A área possui várias opções de hotéis com vistas para o mar, e uma excelente infraestrutura para o turista, com restaurantes, bares e uma vida noturna agitada.

Prós de se hospedar em La Barceloneta

  • A região possui uma grande opção de hotéis modernos.
  • Apesar de não ser uma região central, ela está perto de alguns pontos turísticos e do metrô para ir aos bairros mais afastados.
  • Há muitos bares e restaurantes sofisticados.

Contras de se hospedar em La Barceloneta

  • A região fica um pouco longe da Sagrada Família, da Plaza da Catalunia, entre outros atrativos turísticos.
  • Por se uma região de muita procura e com hotéis modernos, os preços das hospedagens costumam ser mais caros.

Reserve os melhores hotéis em La Barceloneta no Booking.

El Born

El Born- via Wikimedia Commons

Um dos lugares mais boêmios de Barcelona, o El Born fica localizado bem ao lado do Bairro Gótico. A região conta com muitos bares e restaurantes interessantes e fica perto dos principais pontos turísticos. Nós ficamos hospedados nessa região e adoramos.

Prós de se hospedar em El Born

  • Perto dos principais pontos turísticos e de transporte público.
  • Há muitos bares e restaurantes interessantes na região.
  • Ótima região para quem busca um agito durante a noite.

Contras de se hospedar em El Born

  • É uma região muito agitada durante a noite, se o seu hotel não tiver um bom isolamento acústico, isso pode ser um problema.

Reserve os melhores hotéis em El Born no Booking.

Onde ficamos hospedados

Através de uma parceria, nos hospedamos na Pension Ciudadela, um pequeno hotel bem charmoso e aconchegante. Localizado num prédio antigo, a hospedagem possui quarto grande tanto para casais, quarto para famílias ou pessoas sozinhas. Tudo é bem limpo no hotel e os funcionários são muito atenciosos.

Outro ponto positivo é que apesar de a pensão ficar no movimentado bairro do EL Born, a hospedagem Pension Ciudadela está localizada numa rua bastante calma e tranquila. Bem perto do Arco do Triunfo e do Parque de la Ciutadella é uma boa opção para quem buscar estar perto dos principais pontos turísticos e de transportes públicos, sem pagar caro. Super recomendamos, adoramos nossa estadia por lá! Então aproveite e faça a sua reserva na Pensión Ciudadela com desconto pelo Booking.

Quarto – Pensión Ciudadela
Vista do quarto via Pensión Ciudadela

O que fazer:

Como já falamos, Barcelona é um lugar onde não é necessário entrar em praticamente nenhum museu para curtir e aproveitar ao máximo a cidade. Para apreciar sua arquitetura e observar as obras do mestre Gaudi, basta caminhar por suas ruas, becos e vielas. Se você gosta de praias, dar uma volta em La Barceloneta e pegar uma praia no principal balneário da cidade é o passeio ideal. Já a sua praia é a comida, você também vai se fazer em Barcelona, a cidade conta com muitas opções de comidas bastante saborosas.

Nós passamos 3 dias em Barcelona, e apesar de não ter dado tempo em ver todas as principais atrações, conseguimos ver e sentir a energia e pulsação que a cidade possui. Portanto, vamos ao que interessa: o nosso Roteiro de 3 dias em Barcelona!

Roteiro de 3 dias de Barcelona

1º dia do Roteiro em Barcelona

Parte da manhã:

Barcelona foi a primeira cidade da Europa em que nós pisamos, logo a nossa chegada foi surpreendente! Para chegar em nosso hotel, saltamos do metrô em frente ao Arco do Triunfo. Imagina o nosso choque! Mesmo com as malas, nosso roteiro começou ali mesmo.

O Arco de Triunfo é um monumento que foi construído para a Exposição Universal de Barcelona que ocorreu no Parc de la Ciutadella em 1888. Diferentemente dos outros arcos triunfais que foram construídos com propósitos militares, o de Barcelona foi arquitetado para marcar o progresso artístico, científico e econômico da época.

Seguindo o roteiro por Barcelona, após passar pelo Arco do Triunfo, um passeio pelo Parc de la Ciutadella (Parque da Cidadela) é inevitável. Palco de vários eventos artístico da cidade, o parque foi construído inspirado nos Jardins Luxemburgo de Paris. A estrutura do parque conta com lagos, pedalinhos e um chafariz incrível, isso sem falar no zoológico de Barcelona que também fica no parque.

Arco do Triunfo
Parque da Cidadela

Parte da tarde:

Depois de deixarmos nossas malas no hotel, seguimos nosso roteiro e fomos passear pelo bairro Gótico, as Ramblas e o bairro de El Raval. Se perder pelas ruas do bairro Gótico é o melhor jeito de curtir todo seu charme e arquitetura. Não deixando é claro de dar uma entrada na Catedral de Barcelona. Toda em estilo gótico, a catedral é encantadora.

Quando se cansar por passear pelas ruelas góticos, é hora de explorar as lojas, bares e restaurantes das Ramblas. Um dos pontos forte de Las Ramblas é o Mercado La Boqueira. Inaugurado em 1840, é o mercado mais antigo de Barcelona. O lugar conta com várias tendas vendendo frutas, doces, linguiças, peixes e até salgadinhos (isso mesmo! Vimos até coxinhas). E claro que não podia faltar os vários restaurantes especializados em frutos do mar. Tudo parece ser uma delícia!!! Mas esteja pronto para pagar um preço um pouquinho acima de média.

Para finalizar bem o primeiro dia de roteiro em Barcelona, seguimos andando até o bairro do El Raval. Um dos lugares mais descolados de Barcelona, o El Raval é um bairro que vem passeando por uma imensa revitalização nos últimos anos e atraindo muitos jovens atrás de diversão e cultura. Outro passeio na área de El Raval é o Museu de Arte Contemporânea de Barcelona (MACBA). Além de ser um museu bem interessante, o pátio do local também serve como pista de skate durante o dia e a noite, vale a pena ir lá só para ficar vendo os skatistas.

Bairro Gótico
Catedral
Mercado La Boqueira
Mercado La Boqueira

2º dia de Roteiro em Barcelona

Parte da manhã:

No segundo dia, começamos nosso roteiro pela área da praia La Barceloneta. Visitamos Barcelona em novembro, no final do outono, logo apesar do dia ensolarado, o clima já estava bem friozinho para os padrões brasileiros. Por isso, nosso passeio foi somente uma caminhada pelo calçadão da praia. Um lugar bem agradável, com várias opções de restaurantes e um visual bem bonito. No verão com certeza deve ser bem melhor.

La Barceloneta
La Barceloneta

Parte da tarde:

Depois desse passeio, a dica é você partir para o Park Guell. Concebido pelo arquiteto Catalão Antoni Gaudi, sob encomenda do empresário Eusebi Guell, a ideia inicial do local era ser um conjunto estruturado de habitações de luxo, no meio de um incomparável quadro de beleza natural, com todos os progressos tecnológicos da época e acabamentos de grande qualidade artística. Porém o empreendimento foi um fracasso e em 1922 foi vendido para a cidade de Barcelona e em 1926 inaugurado como um parque público.

A maior parte do Parque Guell é grátis, você só precisa de ingressos para visitar a Zona Monumental, onde ficam as principais construções arquitetônicas de Gaudi. Posso ser sincero? Vale muito a pena pagar o ingresso, até porque ele só custa 7 euros por pessoa e porque o museu é incrível! As construções são realmente encantadoras, foi um dos lugares que mais gostamos de Barcelona.

Park Guell
Park Guell Zona Monumental
Park Guell Zona Monumental
Park Guell Zona Monumental

3º dia do roteiro em Barcelona

Parte da manhã:

Em nosso último dia em Barcelona fomos visitar as outras obras de Gaudi. Começamos nosso passeio pela principal e inacabada obra do arquiteto, a Sagrada Familia. O templo católico começou a ser construído em 1882 e até hoje ainda não foi terminado. Gaudí morreu em 1926 tendo visto quase pronto somente 1 das 3 fachadas do projeto que ele havia desenhado. Atualmente a igreja continua em obra, já tendo ganho mais uma fachada.

Nós não entramos para ver a Sagrada Família por dentro, passeamos somente ao redor dela. Como estávamos meio apertado de grana, achamos o ingresso caro. O mais básico, que te dá direito a entrar somente no salão da igreja custa 15 euros, se você quiser visitar a torres e apreciar a vista de lá, os preços também vai às alturas, 29, euros.

Sagrada Família
Sagrada Família

Parte da tarde:

Depois da Sagrada Família, fomos dar uma volta pelo Passeig de Grácia para ver as outras obras de Gaudí: a Casa de Batllò e a Casa de Mila. Também não entramos em nenhum deles, só fomos apreciar suas fachadas. São dois edifícios modernistas construído por Gaudí que não possuem linhas retas, desafiando o nosso conceito de arquitetura convencional.

Para finalizar nosso roteiro por Barcelona, seguimos para a Praça da Catalunha e depois demos uma última andada pelas Las Ramblas.

Eixample
Casa de Batlló

Bares para curtir a noite em Barcelona

Durante nossa viagem a Barcelona, conseguimos conhecer 2 bares que realmente nos marcaram e super recomendamos. O primeiro deles foi o Nevermind Bar. Ele fica no bairro El Raval e é um PUB muito descolado que possui inclusive uma pista de skate dentro. O ambiente alternativo, ao som de rock faz a visita quase que um passeio turístico. Outra coisa interessante do bar é que ele serve pipoca grátis para os seus clientes, achamos essa ideia sensacional.

A outra indicação de bar que temos em Barcelona é a La Xampanyeria Can Paixano. Uma pequena loja de champanhe e de charcutaria (linguiças, embutidos, salsichas ….) que serve taças de champanhe a 1 euros e petiscos a partir de 3 euros. Atualmente para você beber é necessário pedir alguma coisa para comer. O local tem sido muito procurado e fica bem cheio, logo a dica e chegar cedo.

Nevermind
La Xampanyeria
La Xampanyeria

  

Outras dicas importantes:

Circulando

Barcelona apesar de ser uma cidade grande, ela é pequena em si e possui o transporte público bem integrado. Se você ficar hospedado na região central da área turística dá para fazer quase tudo a pé. Nós compramos o passe de ônibus para 2 dias e no final achamos que não compensou. Fizemos quase tudo a pé, só usamos o metro e ônibus para ir ao Park Guell.

O site passaporte Barcelona tem um post muito bom e completo falando sobre os diferentes tipos de passes de transporte que tem na cidade. Vale a pena dar uma olhada e ver se para você vale a pena comprar algum deles.

Onde comer

Outra coisa que não falta em Barcelona são opções de onde comer. A cidade conta com muitos restaurantes, bares, lanchonetes e cafeterias que trazem comidas marcantes da região. A principal dica é: tente fugir dos restaurantes das Ramblas pois são mais caros. Procure opções em bairros e lugares menos badalados.

Passeios bate e volta

Barcelona fica muito perto de Andorra, um pequeno principado na divisa da Espanha com a França. O pequeno país é dono de montanhas propícias para esquiar que atraem vários turistas na época de neve. Outro atrativo do principado é o fato de ele não ter impostos, logo os produtos lá são muito baratos, sendo um ótimo local de compras. Isso sem falar também nas estruturas dos hotéis que possuem spas com piscinas e saunas para relaxar. Nós passamos 1 noite por lá e vamos contar tudo no nosso próximo post.

Caldea Spa – Andorra

Então e isso! Esperamos que esse post ajude você a planejar sua viagem para Barcelona. Nós realmente ficamos apaixonados pela cidade. Caso você tenha gostado desse artigo e ache que algum amigo ou conhecido seu também possa gostar, por favor não deixe de compartilhá-lo. Para saber mais novidades e dicas de viagem, siga a gente no Facebook e Instagram.

Fontes: 
http://www.passaportebcn.com/top-5-melhores-bairros-para-se-hospedar-em-barcelona/
http://www.viajenaviagem.com/destino/barcelona
https://guia.melhoresdestinos.com.br/onde-ficar-em-barcelona-156-1723-p.html

Author

Designer, blogueiro e empreendedor por natureza, sou amante de fotografia, viagens e da boa culinária. Após meu primeiro intercâmbio, criei uma paixão por viagens. De lá pra cá foram 2 mochilões, 15 países conhecidos, fora as viagens no Brasil. Fascinado por experimentar novos sabores, adoro combinar e inventar novas receitas.

Comments are closed.