Cidade Maravilhosa e Terra da Garoa, separadas por uma certa distância, essas duas cidades conseguem ter diferenças que vão muito (mas muito) além da geografia e clima. Estamos falando de estilos de vida completamente diferentes, modo de lidar com o trabalho, hábitos de consumo, conduta no trânsito, entre muitas outras disparidades.

Fomos convidados para o evento Explora Sampa Weekend, promovido pelo Explora Sampa e pela primeira vez, tivemos a oportunidade de conhecer São Paulo de verdade, já tínhamos passado por lá de carro, ou ido em um dia fazer compras apenas. Depois de algumas situações confusas, posso dizer que aprendi muito sobre a cidade. Fique atento aos pontos pra desfilar como um verdadeiro paulistano:

Vista do Terraço do MAC
Vista do Terraço do MAC

1ª – NUNCA pare à esquerda na escada rolante

Essa dica é imprescindível, importantíssima, infalível e sério, você não vai querer deixar de segui-la. Muito diferente da capital carioca que é tudo junto e misturado no escadão, a capital paulista me ensinou que existe ordem, e ela deve ser seguida. Sempre fui de ficar do lado direito quando estava parada, mas geralmente quando estou acompanhada e a escada está vazia, fico ao lado do acompanhante. Aprendi de forma cruel (tomando um belo tapa nas costas, sério levei um tapa) que não se deve NUNCA bloquear a passagem de quem está com pressa. LIBEREM A ESQUERDA PESSOAL!

2ª – Ruas Específicas

São Paulo tem rua para tudo, rua para jeans, rua paras noivas, rua para sapato… É rua que não acaba mais! Aqui quando você quer algo específico tem que caçar entre os bairros, as ruas e lojas. Lá quando quiser alguma coisa mais genérica é melhor ir para o shopping passear, mas quando estiver certo do que quer vá direto à rua do item de interesse, você vai achar milhares de opções do que você quer (e isso é bem legal!)

Avenida Paulista
Avenida Paulista

3ª – Falando como um autofalante

É impressionante como as ruas e restaurantes tem menos ruídos do que aqui.  Muitas vezes me pegava falando em um tom mais alto que todos no ambiente. O Paulistano tem um estilo diferente de viver e isso se reflete na sua postura e também na voz.

4ª Economize tempo, cumprimente as pessoas com apenas um beijinho

Vácuo. Não tem jeito, você vai ficar muito! Por aqui dar dois beijinhos no rosto ao conhecer alguém, ou quando está chegando em algum ambiente é a coisa mais normal no mundo. Não para eles, talvez por terem um modo de vida mais corrido, conseguiram arrumar uma forma de ganhar tempo no dia-dia. Então não sinta-se triste se você ficar com o rostinho estendido esperando um bis, eles só vão dar 1 mesmo.

5ª – Paulista ou Paulistano?

Não sabia quem era quem nessa confusão. Muita gente chega em Sampa e não faz ideia dessa diferença, mas eu explico: Paulistano é quem nasce na capital, Paulista é quem nasce no estado de São Paulo. Descobri isso dando um google antes de ir para a cidade, mas confesso que não fazia ideia. É melho já ir sabendo pra não cometer a gafe.

6ª – Pró atividade

Se tem uma coisa que chamou a atenção para o lado positivo é a pró atividade nos serviços da Terra da Garoa, cheguei a comprar um croissant em uma padaria, e ele estava bem frio e muito salgado. Não comi e pedi ao garçom um misto quente, explicando que o croissant não estava muito bom. Sem ter que pedir nada, ele tirou o salgado da minha conta, e na hora que fui pagar, tcaharannn ……. não estava lá. E mesmo assim continuei sendo super bem atendida, inclusive pela dona da padaria. Por aqui, garanto que o desfecho seria bem diferente.

7ª – Night, Restaurantes, Bares…

Na capital a beira-mar é fácil você saber quais são as “boas” da cidade, tudo é menor e mais segregado. Em Sampa você precisa estar bem informado para não cair em furada ou não encontrar algo legal. Milhares de eventos acontecem ao mesmo tempo, fora a gastronomia variada que te abre um enorme leque de opções.

Nós nunca poderíamos pensar em descobrir que em uma certa rua existe uma casa, onde se tem uma feira de artesanatos, exposições de obras de artes e ainda um restaurante com música ao vivo nos fundos do quintal, onde é servido o melhor escondidinho de carne seca do mundo. “Como Assim?”. Esse é o nome do agradabilíssimo restaurante que nos marcou muito durante o final de semana em Sampa (não tem nome melhor).

Restaurante e feira Como Assim - Foto de Rafael Leick
Restaurante e feira Como Assim – Foto de Rafael Leick

8ª – Uma cidade complementa a outra

Preciso confessar que antes de conhecer bem São Paulo, tinha uma visão completamente errada de lá, imaginava uma cidade cinza, com pessoas frias e sérias. Mudei minha visão completamente e me apaixonei pela cidade, o povo lá é mais sério sim, são focados e garanto que é mais fácil arrancar uma gargalhada de um carioca que de um paulistano. Mas isso não muda a graça da cidade, nem do povo de lá, pelo contrário, de uma certa forma uma cidade complementa a outra. Nós temos a descontração e alegria clássicas, eles têm o foco e uma cultura mista infinita. Enfim, é arroz com feijão, café com leite, Eduardo e Mônica, não tem como não amar.

Nós agradecemos muito a toda galera do Explora Sampa: os blogs Seu Mochilão, The Way Travel e Eu Vou de Mochila, pela oportunidade de mudar todo nosso conceito de Sampa, hoje enchemos o peito pra falar que essa cidade é MARAVILHOSA, e sim, existe amor em SP >>

Viaduto do Chá
Viaduto do Chá

Em Breve todas as dicas mais certeiras para você curtir a maior capital do Brasil.

Curtiu o post?

Então não deixe de compartilha-lo e de seguir a gente no Facebook, Twitter e Instagram, temos muitas dicas legais para te passar!

Beijos e abraços.

CsV

Author

Carioca da clara, essa taurina apaixonada por design e mídias sociais é curiosa por natureza e analisadora de pessoas por mania. Ama se comunicar e viajar (para qualquer lugar que seja), de comer bem, de moda e principalmente de gente.

18 Comments

    • Então, eu tinha uma impressão péssima da cidade, mas depois que conheci, senti uma vontadezinha estranha de viver naquele caos hahahaha mas sei lá ficar longe do mar deve ser a parte mais difícil…

  1. iris viviane Reply

    Nossa nem eu que sou daqui via sampa dessa forma, com esse olhar… Parabens!

  2. Que sensacional, Lais! 😉
    Fico feliz que o 1º ExploraSampa Weekend tenha ajudado você a curtir nossa cidade e sair com uma boa impressão dela.
    Beijo dos paulista(no)s hehehe
    Vê se volta hein! bjs
    \o/

    • Rafa!!!! Nossa, só teho a agradecer a vocês do Explora Sampa por essa oportunidade maravilhosa.
      Eu falo pra todo mundo agora que São Paulo é O MUNDO! Já estou criando SP lovers por aqui, só com meus depoimentos sobre a cidade e seus moradores. Vocês são demais.
      Estou louca pra voltar, assim que der estou na área, e vocês estão mais que convidados pra vir pra cá ok? Só avisar o dia.
      Mil beijos!!

      • Opaaaa! Que bom ouvir isso. Sinal de que o evento cumpriu sua missão principal, que era mostrar um outro lado de Sampa. 🙂
        Quando eu estiver por aí, te aviso.
        O vídeo saiu, você viu? Tá o máximo. \o/
        bjs

  3. Crislaine Barboza Reply

    Muito legal Lais! Eu sou Paulistana e sou apaixonada por São Paulo e pelo Rio, achei seu post muito divertido e informativo, parabéns!

    • Crislaine!!! Que bom que você gostou!!! Agora sou uma amante dessa ponte aérea Rio x São Paulo também. Se tiver mais alguma dica pra passar de Sp pode falar que quando eu voltar quero conhecer mais e mais! Muito obrigada, mil beijos!

  4. jonathanpadua Reply

    Caraaaaaca que post massa, Lais!

    Desmistificando algumas ideias que a galera tem dos paulistas (e paulistanos) 😀

    beijão,
    Jonathan Padua

    • Jonathan!!!! Que bom que você gostou. Só faltou falar das músicas tops que eu aprendi em São Paulo!!!! hahahaha Agora sou uma embaixadora de SP aqui no Rio, tem que ver, muito amor! Mil beijos!!!

Deixe seu comentário: